Pular para o conteúdo principal

Ideias de Cultivo em Casa (2) - Cuidados Básicos com a Mini-Horta


        Agora que você aprendeu a maneira correta de construir uma mini-horta caseira de temperos, é fundamental saber os cuidados básicos que se tem que tomar para manter sua horta vistosa e saudável.
  • (1) As regas podem ser realizadas pela manhã ou no período da tarde, pois são os horários em que normalmente o clima não está muito quente. A intensidade da rega deve ser de acordo com as condições do solo no momento, isto é, se o substrato está muito úmido (sinta a umidade do substrato com os dedos), não é necessário regar com grande quantidade de água, e vice versa; é importante que o solo nunca fique encharcado. Obs: É importante atentar-se que a água utilizada para a rega poderá escoar, dessa forma, regue os vasos perto de uma pia ou ralo.

  • (2) O sol é vital para o crescimento das plantas, é importante deixa-las em locais que fiquem expostos a luz solar por um período mínimo de 4 horas. Porém, atentar-se aos dias muito quentes e secos, em que este tempo de exposição poderá ser menor.

  • (3) De mês em mês crie o hábito de revolver o solo com um ancinho (rastelo de jardim, ou até mesmo um garfo) tomando sempre cuidado com a raiz. Após revolver o solo, adube as plantas como húmus ( cerca de duas colher de sopa cheias por planta é o suficiente). Retire pequenos matinhos que crescem ao redor das plantas e as folhas secas. Regue. 

  • (4) As podas geralmente ocorrem com a finalidade de consumo. Recomenda-se para ervas que possuem folhas como o manjericão e orégano destacar com as mãos, sem destacar o caule. Já as ervas como alecrim, tomilho e salsa podem ser retiradas diretamente dos galhos em um movimento  da parte mais próxima a raiz em direção ao ápice do galho. 

  • (5) Caso ocorra ataque de pragas, dependendo da dimensão é possível realizar a eliminação manualmente. Caso a infestação persista, invista em um inseticida natural para o controle. Entretanto, deve-se prestar atenção em qual tipo de praga está atingindo as plantas. As pragas que mais comumente tendem a aparecer em temperos são os fungos. O surgimento dos fungos, está ligado principalmente ao excesso de umidade no solo, devido a rega abundante. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Controle Biológico de Pragas: PULGÕES

Em uma horta, manter a harmonia  natural do sistema é a melhor forma de fazer o controle biológico de pragas. Existem espécies de plantas que ajudam a manter esse equilíbrio e controle natural.
Uma das pragas mais comuns nas hortas são os pulgões, pequenos insetos (cerca de 3 mm de comprimento) que se alimentam sugando a seiva das plantas e são capazes de se multiplicar com  rapidez.
Espécies como cravo de defunto, arruda, manjericão, lavanda, hortelã, entre outras com aromas fortes, ajudam a espantar os pulgões, que as detestam. Já a capuchinha atrai os pulgões para si, servindo como uma espécie de armadilha na sua horta. Essas plantas são ótimas companheiras na sua horta, contribuindo na manutenção do equilíbrio e no controle natural de infestações. Outra ótima companheira para sua horta é a joaninha, Ao contrário dos pulgões e outros insetos que se alimentam das plantas e podem ser prejudiciais para sua horta, a joaninha é uma ótima companheira para suas plantinhas. Joaninhas são…

Histórias da Horta

A Horta FSP não tem como objetivo central que os alimentos cultivados sejam base para a alimentação das pessoas, mas sim uma estratégia de reflexão sobre o preparo adequado do alimento, sua origem e o modelo de desenvolvimento econômico e agrícola que temos.  Estimular o convívio entre as pessoas e com a natureza no ambiente urbano sob uma visão de sustentabilidade e saúde, por outro lado, é uma melhor forma de definir o objetivo da Horta.  As relações pessoais e sociais que envolvem a produção de alimentos, portanto, têm relevância equiparada ao próprio alimento produzido para a Horta e ditam a parte "comunitária".  As participações de duas funcionárias, descritas a seguir, são sinal de êxito na proposta do projeto.
Apresentamos, abaixo, a Roberta, nutricionista doutoranda em Saúde Pública. Na próxima foto, é o prato de filé mignon com folhas de ora-pro-nóbis (da Horta!) preparado por ela. Tomate 🍅, cebola e páprica deram aquele saborzinho a mais. 

Já esta abaixo é a senhor…

Planta da semana: Açafrão-da-terra