Pular para o conteúdo principal

Receita: Torta salgada de vegetais

Receita que resultou em um preparação super deliciosa! 
Foi servida no evento Plantando consciência e saúde:  Reaproveitamento e sustentabilidade.

Torta salgada de vegetais


Ingredientes – massa

2 colheres de (sopa) de chia
Foto de Mitie Takatu - Projeto Nutritiva
6 colheres de (sopa) de água
1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de farinha de milho amarela (flocos triturados)
1 colher de (sopa) de fermento
1 colher (chá) rasa de sal
¼ de xícara de óleo
1 1/2 xícara de água (aproximadamente)


Ingredientes - recheio

1 cebola grade picada
1 colher de óleo
temperos a gosto ( pimenta, páprica, orégano, etc.)
3 tomates pequenos sem sementes picados
½ xícara de salsinha picada
1 cenoura picadinha
milho (opcional)
½ xícara de azeitonas verdes picadas


Modo de preparo - Recheio

Refogar a cebola, depois acrescente os tomates, cenoura e deixe até ficar macia, junte os temperos, deixe refogar por aproximadamente uns 3 minutos, desligue e acrescente as azeitonas picadas e a salsinha.
Deixe esfriar para usar na torta.


Modo de preparo - Massa

Misture a chia com a água e deixe hidratando por aproximadamente 10 minutos. Reserve.
Misture os secos e depois ir acrescentando, óleo, água e chia hidratada, a massa deverá ficar cremosa.
Misture a metade do recheio na massa delicadamente.
Coloque numa assadeira untada e leve ao forno 160 graus.

Dica: a outra metade do recheio, você poderá usar para rechear panquecas ou misturar numa massa. Se usar o recheio todo na massa ela fica pesada.

Receita adaptada pela Camilla Catto - Projeto: Dia Sem Carne

Comentários

  1. Tentei fazer a receita duas vezes, mas não deu certo. Na primeira segui as quantidades a risca. A massa ficou super seca, difíci de misturar e o resultado parecido com um bolo e não molhadinho como a que vocês fizeram e ficou com pouco recheio. Na segunda vez coloquei todo o receio e mais óleo e ficou bem massudo, nada parecido com a de vocês. Alguma idéia de onde eu possa ter errado?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Horta beneficiando e sendo beneficiada pela comunidade

Estimular o convívio entre as pessoas e com a natureza no ambiente urbano sob uma visão de sustentabilidade e saúde é uma boa forma de definir o objetivo da Horta. E nada mais ilustrativo do que a doação que recebemos e a que fizemos:



Rodas de chá na Horta

A Horta convida a todos para participar desses "cházinhos", em parceria com o Centro de Referência em Alimentação e Nutrição do Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza (CRNutri). Esses encontros propiciarão a degustação de chás aromáticos e terapêuticos, o compartilhamento de informações sobre plantas medicinais e um período de vivência na Horta FSP. Interessados?




Controle Biológico de Pragas: PULGÕES

Em uma horta, manter a harmonia  natural do sistema é a melhor forma de fazer o controle biológico de pragas. Existem espécies de plantas que ajudam a manter esse equilíbrio e controle natural.
Uma das pragas mais comuns nas hortas são os pulgões, pequenos insetos (cerca de 3 mm de comprimento) que se alimentam sugando a seiva das plantas e são capazes de se multiplicar com  rapidez.
Espécies como cravo de defunto, arruda, manjericão, lavanda, hortelã, entre outras com aromas fortes, ajudam a espantar os pulgões, que as detestam. Já a capuchinha atrai os pulgões para si, servindo como uma espécie de armadilha na sua horta. Essas plantas são ótimas companheiras na sua horta, contribuindo na manutenção do equilíbrio e no controle natural de infestações. Outra ótima companheira para sua horta é a joaninha, Ao contrário dos pulgões e outros insetos que se alimentam das plantas e podem ser prejudiciais para sua horta, a joaninha é uma ótima companheira para suas plantinhas. Joaninhas são…