sábado, 13 de dezembro de 2014

MUTIRÃO 06/12/2014 (FOTOS)

Se você não pode vim pro MUTIRÃO no sábado (06/12), calma... Terão outros.
Mas já te falo que foi muito legal, relaxante e produtivo, te esperamos no próximo!

Veja algumas fotos registradas durante o mutirão:












terça-feira, 9 de dezembro de 2014

ATIVIDADE ESPECIAL DO DIA DAS CRIANÇAS

Em comemoração ao dia das crianças, o CRNutri (Centro de Referências para Prevenção e Controle de Doenças Associadas à Nutrição) do Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza, o Projeto Horta: Educação e Sustentabilidade e a Creche Saúde da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, realizaram atividades no dia 10 de outubro com 18 crianças para que elas conhecessem a composteira, o minhocário e a horta comunitária da Faculdade, e experimentassem alguns alimentos cultivados, auxiliando a promoção da saúde e a valorização do meio ambiente.
As crianças foram separadas em dois grupos para fazerem um revezamento entre a composteira/minhocário e a horta, 15 minutos em cada. No primeiro local, foi explicado o processo de compostagem: o que é; como fazer; o que pode e o que não pode ser colocado na composteira; quais são os produtos da compostagem; e onde utilizá-los. Depois disso, elas conheceram o minhocário, aprenderam sobre o seu funcionamento e finalidade e acrescentaram cascas e sobras de alimentos da creche com a terra e as folhas e diluíram o chorume em garrafinhas individuais para ser utilizado em casa.
Na horta, as crianças observaram os locais onde há cultivos e foram estimuladas a identificar as ervas, temperos e alimentos disponíveis por meio de características como textura e cheiro. Em um segundo momento, elas colheram ervas para a preparação de água saborizada e temperos e flores comestíveis para serem utilizados no almoço servido pela creche. Além disso, cada grupo plantou uma muda de ervas e regou o canteiro com água e pulverizou com chorume diluído.
Para encerrar a atividade, as crianças foram reunidas no pátio da creche, onde foi explicado como higienizar os alimentos adequadamente. As hortelãs, previamente higienizadas, foram maceradas pelas crianças e colocadas em jarras de água para que as mesmas experimentassem a água saborizada posteriormente. Já os temperos colhidos para serem utilizados nas preparações do almoço foram higienizados por elas. Por último, foram distribuídas as garrafinhas com o chorume já diluído, reforçando a sua utilização.
Foi a primeira atividade do CRNutri em parceria com o Projeto Horta: Educação e Sustentabilidade, planeja-se, para o ano de 2015, ampliar a utilização da composteira, minhocário e horta, envolvendo diversos atores sociais da comunidade, permeando as dimensões social, cultural e ambiental da universidade.

Atividade desenvolvida e texto elaborado por:
Letícia W. Ribeiro (Nutricionista e aprimoranda em nutrição e saúde pública pela USP)
Samantha Caesar de Andrade (Nutricionista do CRNutri – FSP/USP)







 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

MUTIRÃO SÁBADO!


Você Sabia?



Hortas comunitárias melhoram qualidade da alimentação nos centros urbanos

Imagem 


   Eliminar terrenos baldios em áreas urbanas – que muitas vezes são utilizados como depósitos de entulho e se transformam em focos de doenças como a dengue –, produzir hortaliças para o consumo de escolas e famílias de baixa renda, melhorar a qualidade da alimentação destas pessoas com redução de gastos e ocupar cidadãos desempregados que moram nos centros urbanos. Estas são as vantagens da implantação de hortas comunitárias na cidade. 

  Uma horta cuidada por uma única família é chamada horta doméstica. A diferença da horta comunitária é que esta é mantida por um grupo de pessoas da mesma comunidade. Este modelo de cultivo de verduras e legumes, também conhecido como horta coletiva, tem ajudado no combate à fome e na ocupação das pessoas, por meio do exercício da cidadania. 

   Em geral, as hortas comunitárias são instaladas em lotes vagos e sua produção abastece famílias que moram perto destes terrenos. São cultivados alface, tomate, rúcula, couve, espinafre, repolho, alho, rabanete, beterraba e cenoura, entre outras verduras e legumes. Na maioria dos casos, a produção é feita a partir dos princípios de agricultura orgânica, ou seja, sem os inseticidas e fungicidas tradicionais, o que garante mais qualidade ao que é produzido. 

   Conhecimentos populares sobre ervas medicinais também fazem a diferença na hora de a comunidade escolher o que vai plantar. Em algumas hortas são incluídos itens como a sálvia, por exemplo, que é uma planta usada para baixar a febre, ou o boldo, utilizado no combate a problemas no fígado. 
    

Adaptado de: http://www1.folha.uol.com.br/folha/dimenstein/comunidade/gd191004.htm

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Você sabia? - Coentro


            O coentro é um dos temperos mais antigos do mundo. Rico em ferro, magnésio e manganês, também tem propriedades antioxidantes. Vamos aprender um pouco mais sobre essa hortaliça?


            Coriandrum sativum é seu nome científico. Originado no sul da Europa, na região do Mediterrâneo, porém, há proposições que seja do ocidente da Ásia. A importância do coentro está associada ao consumo das folhas frescas, utilizadas como condimento, tipicamente na culinária do Norte e Nordeste brasileiro. A hortaliça também entra na composição de diversos tipos de molhos, sopas, saladas e no tempero de peixes e carnes.
            O uso medicinal da planta também é amplamente famoso. As pessoas o usam como auxílio no tratamento de diversas doenças e distúrbios, como: colesterol alto; diarreia, inchaços; anemia; distúrbios menstruais; diabetes; indigestão e inclusive varíola, além de ser atribuída como afrodisíaca, entre muitos outros benefícios.

            Na hora de plantar o coentro em sua horta é bom estar atento a alguns aspectos. A planta tem preferência por clima quente e ambientes ensolarados que ajudarão a concentrar sabor e aroma, o solo bem drenado, mas moderadamente fértil, rico em matéria orgânica, é ideal. As sementes podem ter baixa taxa de germinação, por isso, deixa-las de molho em água de 1 a 3 dias pode ajudar. As sementes devem ser plantadas no local definitivo da horta a até 1 cm de profundidade.  O coentro também pode ser cultivado em vasos e jardineiras com pelo menos 30 cm de profundidade.
            A colheita das folhas do coentro pode começar de 30 a 70 dias depois da germinação. Pode-se colher a planta inteira ou apenas as folhas externas, procure não retirar mais do que um terço das folhas. Para a colheita das sementes, os frutos podem ser colhidos quando estão amarelados ou quase secos, o que ocorre com frequência anual.

Dica de Receita
SALADA DE MELÃO COM HORTELÃ E COENTRO
Tipo de receita: Entrada
Número de porções: 
8
Tempo de preparo: 
15 minutos
Dificuldade: 
Fácil




Ingredientes:
4 xícaras (chá) de melão em pedaços de 2,5 cm
1 colher (sopa) de folhas de hortelã fresca picada
Suco de limão a gosto
Coentro a gostoAçúcar a gosto
Modo de preparo:
Em uma tigela, junte o melão, o suco de limão, o coentro, a hortelã e o açúcar. Misture bem os ingredientes. Leve a salada à geladeira por duas horas, no mínimo, antes de servir.


           

Referências:
Alimentos regionais brasileiros/Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição – 1. ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2002.
GROTTO, D.W. 101 Alimentos que podem salvar sua vida! Tradução: Seila Mazzolenis. São Paulo: Larousse do Brasil, 2008.
MELO, Enayde de Almeida et al. Atividade Antioxidante de Extratos de Coentro. Campinas, 2003.
LAYNA, Joana. Benefícios de saúde dos coentros. In: I-Legumes.com. Disponível em: <http://www.i-legumes.com/beneficios-saude/beneficios-de-saude-dos-coentros/>. Acesso em 19 de outubro de 2014.
Hortas.info. Disponível em: <
 http://hortas.info/como-plantar-coentro>. Acesso em 19 de outubro de 2014.
Petitchef. Disponível em: <
 http://pt.petitchef.com/receitas/entrada/salada-de-melao-com-hortela-e-coentro-fid-1507059>. Acesso em 19 de outubro de 2014. 

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Divulgação trabalho "Banca"

Venha conhecer o trabalho do nosso colaborador Vinicius que estará propondo a aproximação entre produtor e consumidor, com distribuição semanal de cestas de frutas e hortaliças de acordo com as preferências das pessoas do grupo.
Outros grupos poderão ser formados em outras regiões.

Venham saber mais e repassem para quem interessar!

Data: 13/06/2014
Local: Sala Reinaldo Ramos
Faculdade de Saúde Pública/USP - Depto. de Prática de Saúde Pública
Av. Dr. Arnaldo, 715 - Sumaré
Horário: 12h30

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Semana do meio ambiente - FSP

Pessoal segue a programação completa da semana do meio ambiente da FSP. O grupo horta estará com uma atividade e teremos uma ação integrada Projeto Dia sem Carne. Contamos com a presença de todos!

Saudações!


Multirão adiado

Pessoal, nosso prédio e jardim são tombados pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) e precisamos solicitar autorização através da Superintendência de Gestão Ambiental para dar continuidade na ampliação dos canteiros. Assim, por hora está suspenso o multirão, porém continuamos com as atividades regulares do grupo. Mais notícias em breve.


terça-feira, 27 de maio de 2014

Muito Prazer

Pesquisadores, alunos, professores, funcionários e simpatizantes da agricultura urbana se reúnem desde o início de 2014 na horta comunitária da FSP/USP.

Todos se beneficiam com o trabalho e com as novas amizades. Até o momento, o trabalho do grupo resultou na construção de um viveiro de mudas, dois minhocários, uma composteira e dois canteiros agroecológicos enriquecidos pela diversidade dos cultivares: hortaliças, flores, ervas medicinais e aromáticas, além da vasta troca de experiência entre todos que se aproximam.

As atividades são contínuas, gratuitas e qualquer interessado pode participar. Os encontros acontecem periodicamente ao lado da creche. Os participantes colocam em prática temas sobre agroecologia, agricultura urbana, segurança alimentar e nutricional, promoção da saúde, entre outros.

O Projeto Horta: Educação e Sustentabilidade é uma iniciativa de funcionários, alunos de graduação e de pós-graduação e docentes da FSP e tem agregado diversos outros parceiros dentro e fora da universidade. Dentre os parceiros internos que colaboram com a configuração atual do projeto, destacam-se a Creche Saúde, o CRNutri, funcionários da jardinagem e da manutenção, além de parceiros externos como a nutricionista egressa Neide Rigo, do blog Come-se.

A ideia do projeto surgiu a partir do lançamento do Edital “Desenvolvimento da Sustentabilidade na USP” em 2013, sendo um dos selecionados para receber a verba disponibilizada pela Superintendência de Gestão Ambiental da USP para a realização das atividades propostas.



Maiores informações no blog hortafsp ou pelo email: hortafsp@gmail.com.